Hospedagem

A parte de hospedagem também engloba uma boa fatia do orçamento de uma viagem. A premissa para economizar foi definir o budget do hotel em até 40 euros para nós dois.

Esse item é muito importante, pois passaremos aproximadamente 180 noites fora da nossa cama. O Frank não queria arriscar muito, eu até toparia ficar na casa de desconhecidos, experimentar o couch surfing, mas chegamos ao acordo de ficar em locais simples e baratos. O famoso BBB, não Bed and Breakfast, mas o bom, bonito e barato.

Pesquisamos hostels mas vou contar uma coisa para vocês: bookar hostels na hostelworld tá mais caro que o booking.com. Quase todas as nossas reservas foram através do booking.com ou do Airbnb. Altamente recomendados!

Airbnb é um mercado comunitário onde os hóspedes podem reservar espaços de anfitriões, conectando pessoas que tenham um espaço disponível com pessoas que estão procurando um lugar para ficar. Através das suas experiências no Airbnb, hóspedes e anfitriões constroem conexões reais com pessoas de verdade ao redor do mundo.

Criaram um sistema de pagamento seguro para garantir que o dinheiro seja recolhido integralmente de forma segura. Depois que uma reserva é concluída, tanto os hóspedes quanto os anfitriões podem escrever comentários sobre o outro para construir uma reputação na comunidade.

Booking.com – É um site que concentra muito hotéis e é possível fazer reserva por ele. É muito simples, você coloca a cidade desejada, o período e ele te apresenta todas as opção disponíveis do site para aquela cidade e período, você pode classificar por preço, pode ver os comentários e depois é somente se cadastrar e aproveitar!!!

Também recomendamos ver os comentários no tripadvisor, depois que ele virou parceiro da rede Multiplus, sempre deixo a minha contribuição por lá. Você escreve sua avaliação e a mesma lhe rende pontos no seu cartão fidelidade. Não é muita coisa, mas de grão em grão, engordamos as milhas. Os comentários dos viajantes como nós sempre é útil!

Para mim, os hotéis tem que ser bem localizados. As vezes, pagamos super barato em um hotel, mas gastamos em transporte pois ele é longe dos principais pontos turísticos e de interesse da cidade. Ainda mais quando temos pouco tempo nas cidades.

Hostel – é um tipo de acomodação que se caracteriza pelos preços convidativos e pela socialização dos hóspedes, onde cada convidado pode alugar uma cama ou beliche, num dormitório compartilhado, com banheiro igualmente compartilhado. Os quartos podem ser misturados entre sexos, como divididos entre eles, incluindo igualmente quartos privados. Os hostels são geralmente baratos para os ocupantes onde se praticam preços intitulados de low-cost; muitos hostels têm residentes. Há vários com lavanderia e cozinha para uso comum.

Conhecemos em português como albergue.

Outro item essencial na minha opinião, é dispor de uma boa política de cancelamento, sempre prefiro reservar hotéis que podemos cancelar sem cobrança de taxa com uma certa antecedência, pois imprevistos acontecem. Não consegui em todos os destinos, alguns tivemos que pré-pagar pois lembrem-se que estaremos em pleno verão europeu.

Conta muito também não ter carpete, pois geralmente são muito sujos e velhos e mais propensos a sujeira.

Também gosto de conferir os preços no Ibis, eu adoro recomendar o Ibis, ele é um hotel que eu qualquer lugar do mundo não vai te decepcionar, tem sempre o mesmo padrão e excelente preço. Em algumas cidades, infelizmente eles ficam longe do centro. Confira sempre no site da rede Accor.

Hello Gringos!