Templos de Angkor Wat
, / 784 0

Templos de Angkor Wat

SHARE
Templos de Angkor Wat

Nós fomos bem cedo para ver o famoso nascer do sol nas torres de Angkor Wat e valeu muito a pena, tiramos altas fotos, nós e os milhares de chineses.. realmente eles invadem a cena. Negociamos com o motorista do Tuk Tuk o small tour e mais o templo de Banteay Sprei que fica uns 30 km de Siem Reap, conseguimos negociar por USD 22, dava pra ser USD20, mas não rolou.

IMG_0959

Se você quiser ir com guia e grupo, procure alguma agencia na rua principal ou na sua guest house, ele vendem por quase o mesmo preço, vimos até mais barato (USD 13), a desvantagem é que você é tocado igual gado, não pode descansar quando quiser, tirar foto quando quiser. Leve um bom guia (dá pra comprar lá também) que resolve, pois não é difícil visitar. O nosso driver do tuk tuk parou no posto de gasolina abaixo para abastecer:

IMG_0936

Quando você chegar ao Angor Wat, depois de passar no Visitor Center e comprar seu ingresso, logo na entrada, é possível ter uma vista das torres no lago, mas não é ali a melhor foto. É mais pra frente, pode seguir em frente e esperar até que ele o SOL fique mais alto! Mas a luz do amanhecer é a melhor, vale muito a pena, ótimas fotos com as torres.

Ingresso para visita: USD 20 por 1 dia, USD 40 por 3 dias, USD 60 para 7 dias. Não precisa mais levar foto 3×4, eles tiram na hora mesmo.

Dica: quanto mais cedo você for menor será a fila para compra do ingresso.

IMG_0944

IMG_0979

DSC08666 DSC08691

Hora de explorar Angkor Wat que é considerado a obra prima da arquitetura khmer e a maior estrutura religiosa construída no mundo e claro, patrimônio da humanidade Unesco desde 1992. Um dos tesouros arqueológicos mais importantes do mundo. O império Khmer brilhou de 800 a 1400 (mais ou menos), eles foram guerreiros, excelentes construtores, tinham avançados sistema de irrigação. Não se sabe ao certo porque entraram em decadência, segundo a historia, depois das guerras com os mongóis e com os siameses (Tailândia), eles foram mudando a sede de lugar e Angkor ficou abandonada definitivamente em 1594. E o tempo tratou de derrubar várias construções e hoje em dia também virou atração as raízes em cima das pedras, como vimos em Ta Phrom. Não podia faltar os macacos na entrada:

IMG_1101

A construção de Angkor Wat é do começo do século XII pelo rei Suryavarman II e foi usado também como palácio real. O templo foi dedicado inicialmente ao deus Vixnu (hinduísta) e depois budista. São 3 retângulos que dão a volta nas 5 torres piramidais que tem formato da flor de lótus, a torre central tem 65 m a partir do chão. Construção que imita o Monte Meru, morada dos deuses, segundo o hinduísmo.

IMG_1106

Para subir no templo principal, chamado de Bakan, não pode estar de short curto ou regata, eu levei uma saia e um lenço e eles não me deixar entrar com a echarpe nos ombros, fiquei muito brava e tive que comprar um batinha indiana feita na China, que vale USD 1 e o máximo que consegui negociar foi 8 USD.

Vale muito a pena a visitar, a subida é íngreme mas pequena. Pegamos uma fila para subir. Aqui fica claro que não era para todo mundo ter acesso, essa não era a proposta da construção de Angkor Wat, ele foi construído para ser imponente visto de fora. As esculturas das apsarás desse templo são lindas, cada uma diferente da outra, os detalhes das pulseiras, o penteado. O corpo é sempre bem esculpido: seios a mostra e cinturinha de pilão. No total, são mais de 2000 imagens delas em todo o templo.

IMG_1074

IMG_1108 IMG_1116 IMG_1117 IMG_1131 IMG_1122 IMG_1141 IMG_1143 IMG_1149

A vista de lá é linda.

IMG_1109 IMG_1112

IMG_1150

Outro “detalhe” que chama a atenção são as esculturas em baixo relevo que percorrem 1000m2 e contam várias historias: procissões, batalhas, céus e infernos, etc.

DSC08696

Outra curiosidade é que todos os outros templos, foram construídos com orientação para leste, mas esse não, inclusive para ver as historias é o sentido anti horário. Dizem que é por ser um templo funerário para o rei ou por ser dedicado ao Deus Vixnu.

Como em todo lugar turístico, temos danças e grupos que “cobram”para tirar foto com roupa típica. Dessa vez: as asparás.

IMG_1156

Foi muita emoção conhecer esse patrimônio da  humanidade, um lugar cheio de história e berço de uma civilização muito avançada. Muitas perguntas surgem na nossa cabeça: como um povo pode ter sido tão incrível e hoje estar tão decadente. O fato é que nunca podemos parar no tempo, sempre temos nos movimentar pois o movimento é constante…

IMG_1072 IMG_1048 IMG_1024

About Author
Ou simplesmente Gabi, mais fácil, mais rápido, como eu, descomplicada, prática, didática, exigente, mas não perfeccionista. 34, corpinho de 28, metade cearense metade paulista, coordenadora de eventos na Agência Incentivare. Viajante profissional, fã de Marisa Monte, spaghetti ao pesto, chocólatra, adoro uma cervejinha com os amigos e um bom vinho com meu amor ao som de Dave Mathews. Libriana decidida e dedicada. Apaixonada pela vida e pelas pessoas. Focada, planejada e com vontade de compartilhar tudo que vê pelo mundo afora.

Related Article