Vientiane, capital do Laos
, / 1002 0

Vientiane, capital do Laos

SHARE
Vientiane, capital do Laos

Vientiane é a capital do Laos, cidade com 200 mil habitantes, bem pequena e tranquila. Ficamos no Centro na rua Francois Nginn, 4 quadras do Wat Sisaket (Templo), com muitas opções de restaurantes e agências que vendem passagens de ônibus, trem e etc. Queríamos tentar ir de ônibus daqui para Siem Reap, mas desistimos quando vimos que são mais de 24 horas de ônibus. Se fosse até 12 horas até dava para encarar.

Tínhamos pensado em ir para a região das 4000 ilhas, mas quando descobrimos a Ilha de Koh Rong no Camboja, resolvemos ir correndo pra lá rssr Ou seja compramos uma passagem de avião para nos pouparmos da longa viagem, pois teríamos que descansar pelo menos 1 dia inteiro desse 1 dia inteiro de onibus. Para quem vai para as 4000 ilhas vale a pena pegar o ônibus, ficar por lá e de lá ir para Siem Reap.

Dicas de Restaurantes:

Douang Deuane Restaurant & Wine Bar

‪Th Francois Nginn, Vientiane, Laos

Aqui em Vientiane, comi um dos melhores pratos do Laos: o Susee Paa, peixe cortado em filés temperados com curry vermelho e com folha kaffir, uma delícia, comi muito, ainda pedimos batata frita e arroz. O Frank comeu sopa de peixe com vegetais. E não foi caro, comparado com Vang Vieng, o mesmo preço que pagamos em 2 pizzas horríveis individuais lá. Foi 40 000 kip (USD 5) cada prato. O total da conta foi 105 000 (USD 13). O restaurante é um francês com uma atmosfera bem gostosa, fotos de pessoas do Laos nas paredes, serviço rápido e simpático! Recomendo!

Makphet

O restaurante Makphet é uma excelente opção para provar a culinária do Laos. Ele fica bem no centrinho perto do mercado noturno e da Promenade do Mekong. O ambiente é de uma casa bem ampla, com jardim na entrada. Os garçons são aprendizes monitorados por professores. São atenciosos mas um pouco atrapalhados, mas não achei isso ruim… A comida estava maravilhosa! Pedi um frango com pimentas verdes, bambu e cogumelos, e estava divino, ele tem a opção de meia porção. Se não estiver com muita fome, é uma boa pedida. O prato custou 49 000 kip (6USD) alto para a média da região, mas infinitamente melhor! Vale a pena!

GOPR0996

Wat Si Saket

Foi um dos templos que eu mais gostei de visitar aqui na Ásia, pelas pinturas antigas no interior do santuário, pena que não é permitido fotografar para compartilhar, mas vamos olhar pelo lado bom: não podemos fotografar pela preservação das mesmas. São cenas da vida de Buda, as cores parecem bem frescas mas os desenhos tem traços antigos.

DSC08526

DSC08533

Mas o templo é conhecido pelas 6800 imagens do Buda. O que chama mais a atenção, são as estátuas pequeninas, são vários corredores com elas! As mesmas são do século 16 a 18.

DSC08520

A arquitetura do templo é bem bonito e ele é o mais antigo do Laos, sobreviveu a várias guerras, por isso é considerado tão sagrado para o povo daqui. Ele é de 1818. Que continuem preservando esse monumento tão bonito!

DSC08525

Budda Park

O Budda Park fica 25 km ao sul de Vientiane, próximo a Ponte da Amizade que liga o Laos a Tailândia. Ele entrou no nosso roteiro depois, tínhamos pensado em visitar o That Luang que é a grande stupa dourada, símbolo de Vientiane,  é o must see daqui, mas como o Frank tá cansado de templos, e também porque ele é mais afastado da cidade não fomos e trocamos pelo Budda Park.

Conseguimos contratar uma van com outras pessoas por 70 000 kip. Privativo só pra gente sairia 200 000 kip, achamos muito caro!

Dá pra ir de ônibus, mas é um trampo, tem que ir até a rodoviária, e depois trocar de ônibus. O custo/benefício não compensa.

Para entrar no Parque, paga-se 5000 kip + 3000 kip para entrar com a câmera. Total: 1 USD. Vale DSC08554 DSC08562a pena. O nome oficial é Xieng Khuan e estão expostas mais 200 estatuas budistas e hinduístas.

Vejam as fotos desse lugar incrível!

DSC08571 DSC08585 DSC08593 DSC08598

A abóbora gigante é a grande atração, você entra pela boca e pode subir pelas escadas estreitas. É a representação do céu, terra e inferno. Entramos pela boca do demônio, subimos as escadas até chegar ao céu, onde temos a vista  de todo o parque e as esculturas. Outra grande atração é o Buda reclinado com 120 metros.

Eu achei bem impressionante todas as esculturas.

DSC08547

Patuxai

O Patuchay é o principal monumento da cidade e está claro que foi inspirado livremente no Arco do Triunfo. Fica na Avenida Xane Lang, a principal, na caminhada passamos por um shopping e pela stupa Dam, está mal conservada e serve como uma rotatória hoje em dia.

DSC08541

Para subir até os quase 200 degraus do monumento Portão da Vitória, paga-se 3000 kip cada (0,40 USD), taxa somente para constar. Percebe-se que o monumento por dentro está bem inacabado. E há muitas lojinhas no caminho, com muitos souvenirs e tranqueirinhas.

A vista é bonita do alto 360 graus. Vemos a avenida principal e o Palácio do Presidente ao fundo e do outro lado o Parque Patuxai, bem cuidadinho. Fui entrevistada por uma aluna, que queria treinar o seu inglês! Adorei e tiramos fotos! Adoro ser gringa!

DSC08615 DSC08623

DSC08629

DSC08625

Os detalhes são bem bonitos, digamos que é um Arco do Truinfo Asiático! O que eu não sabia é que ele foi construído em 1958 com dinheiro americano antes mesmo das bombas que eles jogaram no país na época da guerra do Vietnã. Tem um lugar o COPE CENTER que conta um pouco essa história, nós não fomos, mas se tiver por aqui em Vientiane, fica a dica.

DSC08606

Definitivamente o Laos nos marcou pelo budismo e pela forma que as pessoas encaram a vida.

DSC08631

About Author
Careca, Catarinense de Joinville, mora há 5 anos em São Paulo. Criativo publicitário com 10 anos de experiência. Já passou por grandes agências de São Paulo como Grey, Ogilvy e Leo Burnett. Apaixonado por aventuras, cerveja, livros, filosofia, e todo tipo de pensamentos que causam boas reflexões. Não necessáriamente nessa ordem. Tem como propósito de vida, inspirar pessoas. Dos seus objetivos pessoais, apenas 2 ainda não foram concluídos, uma viagem pelo mundo, e tocar um projeto pessoal. E foi a partir desses objetivos que surgiu o projeto Hello Gringos.

Related Article